Venha praticar Yoga na Naturo!

Parapsicologia

História da Parapsicologia

A história da parapsicologia ainda está em formação. No entanto, os estudos foram tantos, que a área já tem em sua história dividida em 7 fases: Pré-Espírita; Espiritismo; Metapsíquica; Transição; Parapsicologia; Pesquisa e Teoria PSI e Ficcional. Cada uma de suas importantes fases, têm consigo grandes nomes que contribuíram no avanço das técnicas e pesquisas.

Respectivos às 7 etapas ditadas anteriormente, estão os parapsicólogos: Justinus Kerner, Allan Kardec, Friedrich Myers, Joseph Banks Rhine (psicologia ocidental),  J. B. Rhine, Aldous Huxley, Ken Russel.

É uma ciência que estuda habilidades psíquicas, investiga causas de instabilidades e proporciona equilíbrio através do autoconhecimento. A função da parapsicologia é estudar cientificamente os mecanismos que envolvem, provocam, ou facilitam as experiências anômalas (Aquelas que se manifestam através de uma informação ou energia que ainda não é explicada pela Física Clássica). A telepatia, a clarividência, a psicocinesia (atuação da mente sobre a matéria) e a pré-cognição (previsão de fatos) são os experimentos mais estudados pelos parapsicólogos. Sendo a pré-cognição, atualmente dividida em macro PK (atuação humana em objetos visíveis), micro PK (atuação em elétrons, ou partículas subatômicas) e a bio PK (atuação sobre pessoas, vegetais, animais, etc).

O aconselhamento do parapsicólogo tem como função reatar a autonomia do ser humano, tratando gradualmente questões de segurança.
Através de técnicas e análise, o parapsicólogo comumente provoca os “insights” (iluminação; estalo; clareza mental) necessários àquele que recebe os conselhos. Assim, após a identificação de bloqueios, medos, traumas, desconfortos, etc, desperta-se e enfatiza-se o autoconhecimento e o poder de escolha do indivíduo.