A presença do Yoga naturalmente veio da Índia, se tornando abundante no Ocidente. Até mesmo quem nunca praticou sabe de sua existência, como também alguns de seus efeitos terapêuticos.

Quando descobrimos o verdadeiro potencial do Yoga e acessamos a sua fonte essencial, percebemos que a frente de nós habita uma ferramenta incrível de autoconhecimento.

Com suas práticas filosóficas, escrituras históricas e conceitos teóricos, o Yoga consegue manifestar todos esses conhecimentos através da prática cotidiana. Sempre digo para meus alunos e companheiros de pratica, seu corpo é o seu verdadeiro laboratório.

É nele que carregamos nossas maiores alegrias, medos, angústias. É conhecendo nosso próprio templo que nos curamos. O Yoga te ensina a Autocura. A fonte primordial de sua Alma, conhecida no sânscrito como Atman.

Fechando seus olhos você entrega qualquer tipo de controle que esteja latente em seu íntimo, meditando, respirando, conhecendo e manifestando a si mesmo, a iluminação – desejada por muitos – verdadeiramente acontece.

Desde os pés a cabeça, desde as glândulas a ossos e órgãos, desde a sua aura até o corpo mais sutil e prânico, você está presente.

 

O uso dos Pranayamas

 

Desde os pés a cabeça, desde as glândulas a ossos e órgãos, desde a sua aura até o corpo mais sutil e prânico, você está presente.

O uso dos Pranayamas, Asanas, Mudras e Mantras, princípios da prática diária, te transportam do mundo das ideias para o Aqui e Agora.

Quanta profundidade temos em abundância aqui, neste momento presente? Lendo esse texto?

Nossa verdadeira fonte, seres humanos.

Nossos sentimentos e sensações.

Convido você a conhecer o Yoga.

Vivencie-o, em sua pele, em seus poros.

 

Mais sobre o Yoga

 

Permita-se.

Um eterno agradecimento pela sua importantíssima presença nessa leitura simples e sincera de o que verdadeiramente é o Yoga.

Namaskar!

Com amor,

Instrutora e Professora de Yoga,

Izabella Russomanno